Sábado, 23 de Dezembro de 2006

PR - Alto da Pedrada - 23/12/2006

Feliz ....100 caminhadas


Desta vez "Os Manos" acompanharam e comemoraram com o grupo "Um Par de Botas" a 100ª caminhada daquele grupo.

Manos participantes: Mário, Miguel, Nelson e Tozé.

Esta aventura começou em Arcos de Valdevez onde  tomámos  o pequeno-almoço acompanhada por um grupo de conterrâneos muito bem regados para aquela hora da manhã. Deixámos os Arcos e a aventura prosseguiu, mas agora no gelo, o que tornou a subida até ao Mezio muito lenta.

Chegados ao Parque de Campismo da Travanca preparámos as mochilas, apertámos as botas e começámos a caminhar pelas 11h00 (nada de preocupar o percurso era pequeno – 12km).

O aquecimento foi efectuado a bom ritmo pela íngreme encosta Oeste do Pico do Guidão, até ao 1º patamar e zona de descanso foram cerca de 45 mins.

Aproveitámos para as obrigatórias fotos, renovámos energias, e subimos para o 2º patamar. Daqui já conseguíamos ver o nosso objectivo: o Alto da Pedrada.

Mais um pulo e estávamos a 1416 m, não sem antes o Nelson arranjar um “amigo albino e gelado”.

 

A vista do Alto da Pedrada é magnífica, Gerês, Amarela, Vale do Lima, Soajo, Lindoso, Viana, Castro Laboreiro, Vale do rio Minho, …

 

Após este momento de contemplação e já depois de termos celebrado com o Bolo-rei e o Vinho do Porto, iniciámos a descida até ao Vale Encantado.

Encantado parece ser a palavra correcta para aquele pacífico e verdejante Vale, que só por cobiça do destino se salvou das chamas que fustigaram esta zona no Verão passado.


Estava na hora do almoço, e com tão animado festim o tempo previsto de paragem voou, tomámos o café e provámos o Porto e o Scotch e lá partimos.

A descida para o lugar de partida revelou-se muito mais observadora do que a subida; aproveitamos para explorar a Branda dos Currais Velhos e fizemos um balanço do que foi consumido pelas chamas.

De regresso aos carros, partimos em direcção aos Arcos á procura da Tasca do Delfim.

Chegados á cidade o espectáculo já estava preparado para nós: na abertura, os Estorninhos que brindaram o final da tarde com um impressionante bailado aéreo digno de qualquer companhia Russa. Depois, bem depois foi o “fim da picada” com o espectáculo de “Stand-up” que faria inveja ao Fernando Rocha e que até a ele deixaria entorpecido. Sim, e apesar de não estar o homem da casa, o popular tocador de concertina, estava bem representado pela sua esposa a D. Maria. Que, embora saíssemos com o estômago frio, tornou esta visita inesquecível.

 

 


















































































 

 

Ao grupo “Um Par de Botas”, agradecemos o convite e a partilha desta aventura. Já estamos esperando pela 200ª.

 

Para os Manos fica mais um dia bem passado.

 

Abraço!

 

Àguia-Real

publicado por Águia-real às 20:51
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Leonte - Carris - Leonte ...

PR - Sistelo - 16/06/2007

EXP - Sierra Nevada - 6-7...

PR - Trilho de S. Bento e...

PR - Covêlo de Paivô - Dr...

PR - Lapela - Nevosa - 21...

PR-Fafião-Mouriscas-Fichi...

PR - Cela - Cornos de Can...

PR - Alto da Pedrada - 23...

BTT - Portela - Lobios- P...

arquivos

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Junho 2006

Abril 2006

Outubro 2005

tags

amarante(1)

arouca-drave(1)

btt(1)

coura(1)

expedição(1)

gerês-borrageiro ii(1)

gerês-candela(1)

gerês-carris(1)

gerês-fafião(2)

gerês-lapela(1)

gerês-leonte(1)

gerês-marinho(1)

gerês-messe(1)

gerês-nevosa(1)

gerês-rocalva(2)

gerês-sombras(2)

gr(2)

jales(1)

nevada(1)

peneda-pedrada(1)

peneda-sistelo(1)

pr(11)

todas as tags

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds